Páginas



"Eu tenho uma espécie de dever, de dever de sonhar, de sonhar sempre, pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma, eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. E assim me construo a ouros e sedas, em salas supostas, invento palco, cenário para viver meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis."

Fernando Pessoa

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Silvana Haddad disse...

Olá Marcia:
Adorei a imagem e o texto.
Não dá pra ficar na platéia e ser apenas expectador da vida.
Tem que entrar em cena e ser o ator principal...
Bjs.:
Sil

Will disse...

Os sonhos colorem o céu da nossa imaginação como balões de gás coloridos, capazes de nos levar aonde a imaginação e o desejo quiserem ir, só é preciso não ter medo de altura...

Linda postagem, Márcia.

Ótima semana para você!